Bg_site_br

Convenhamos que “não tenho tempo” é uma expressão que define prioridades. Afinal, a questão não é “o quanto” se tem, e sim quais são as atividades a que a pessoa dá importância e dedica seu tempo.
Se nos ocupamos de muitas coisas que não nos fazem crescer ou sorrir (de preferência, crescer e sorrir), parece que é hora de mudar. Quando a gente percebe algo que é importante, dá-se um jeito de fazer com que este algo aconteça com frequência.

Por exemplo: tomar café da manhã com calma no cotidiano é um luxo? Pode até ser, mas quando começo o dia devagar meu humor e capacidade de concentração ficam muito melhores, então invento jeitos de garantir esse pequeno luxo.


1

Detalhes tão pequenos - Preparando um cardápio: como e porquê.

04/01/2016 - 1 Comentários - Detalhes tão pequenos | Organização

Bom dia, gente linda!
Vamos tirar a poeira e dar uma movimentada nesse blog? To com saudade de publicar aqui. Como estão vocês? 

Pensei em começar o ano com um post de organização, já que neste momento muita gente está no clima de organizar hábitos.
Andei pensando na quantidade de vezes em que, recentemente (antes do recesso), eu poderia ter comido almoços e lanches mais gostosos/saudáveis/baratos, se tivesse planejado antes.
É claro que gosto de comer na rua também, mas quando faço isso por gosto, e não por comodismo.
Poderia comer em casa, ou levar algo legal, mas não fui à feira. Poderia ir à feira, mas comprar quanto e o quê? Em que dias estarei em casa nesta semana?
Rascunhar um cardápio pode ajudar muito a evitar esta enrolação, e não é nada complicado (embora talvez pareça).


Um jeito bom de aprender coisas novas é observando a maneira como outras pessoas fazem as coisas do dia-a-dia na casa delas.
Esse aqui é um truque simples de tudo, que até agora vi apenas em uma casa, e que impede qualquer ser humano de enrolar para recolher o lixo.