Bg_site_br

Bom, admito que pode parecer estranho pra muita gente, mas o fato é que eu me empolgo indo à feira. (Com outros acontecimentos também, claro. Mas hoje quero contar da feira).

Toda vez saio de casa com uma lista em mente, com o intuito de não comprar comida demais, e toda vez volto com mais do que havia planejado. É tudo fresco, tudo bonito, fica difícil resistir.

O lado ruim é que posso acabar não dando conta de tanta hortaliça, e às vezes a comida se estraga.

Agora, vejam só: com o começo do friozinho tem muita fruta gostosa voltando a aparecer nos estandes, as flores (que murcham quando o calor é forte) estão à venda de novo.

Quando tem, costumo comprar papolas e copos de leite, mas as que havia lá da última vez que fui eram flores de capuchinha e de abobrinha: belezas que vão ao prato.

Claro que eu tinha que experimentar as flores de abobrinha, com aquela cor toda viva. Só não sabia o que fazer.

A moça que vendia me garantiu que havia muita receita na internet além das clássicas flores fritas (que não acho muito atraentes).

Sugeriu um risoto. Pois bem, inventei um risoto pra chamar de meu.


0

Clássico é clássico, e vice-versa

05/06/2014 - 0 Comentários - Receitas | Abóbora, Arroz, Cenoura, Couve, Feijão, Pepino, Repolho, Salada

O clássico em questão é o feijão com arroz, que sempre tem uma variação aqui e outra ali, mas eu não me canso.

Depois de alguns dias sem parar direito em casa, fui ao mercado e fiz um almoço comme il faut.

Comi com uma salada colorida muito gostosa, e com uma fatia de abóbora assada que não aparece nas fotos.