Bg_site_br

Primeiro, a mudança!

To empolgada de poder enfim publicar o blog no endereço .com, depois de um bocado de tempo organizando e rascunhando.

Curiosem pelas páginas com calma para ver o que há de novo: um índice para achar receitas e tags com facilidade, há tabelas de medidas e temperaturas, e tenho planos para novas colunas, além de Detalhes tão Pequenos – uma das quais vai ser escrita por um amigo convidado.

Quero publicar posts com maior frequência, também.

Por tudo isso, há muito o que agradecer:

À Celaine, que está sempre por perto pensando junto, que ilustrou e apoiou através do Instituto Orbitato, tornando possível o trabalho com os designers Marcelo Monreal, Thais Maas e Flávia Vanelli (que participou no início do projeto).

Também à Nicole Samperi, que fotografou meus retratos tão elegantes como os ensaios de moda dela, e ao Boris Ramalho que a auxiliou.

Ao Max M. Fuhlendorf, que deu consultoria em escolhas técnicas, e Two Web serviços digitais, empresa que fez a programação do site.

À família, pelas conversas e questionamentos que me ajudam a pensar e tomar decisões, e aos amigos que estão sempre próximos, fazendo o mesmo.

Amores, aqui está o resultado.

Para inaugurar a casa nova, vou dividir com vocês esta receita da minha mãe (a Celaine, que citei no parágrafo anterior).

Assim como os ninhos de abelha da minha avó, é uma receita que não sei bem de onde surgiu, mas que virou clássico de família há anos.

Como os ninhos, tive que ir adivinhando as medidas para poder anotar e repetir, já que minha mãe mede tudo a olho.

É simples de preparar, e leva poucos ingredientes. Pode tanto ser feita de véspera como no dia, e exige pouco tempo de mão na massa.

No mês de maio a receita foi publicada na revista Minha Casa, da editora abril, em homenagem ao dia das mães.

Aqui vou dividi-la com vocês mais detalhadamente.


Quero só ver quem de vocês nunca comeu pão com banana. O pior é que provavelmente, um monte de gente não comeu, ai meu deus. Pois olha, deveriam experimentar. Há um milhão de variações possíveis. Esse sanduíche da foto eu preparei com um pãozinho de milho macio que tinha comprado no mercado, uma camadinha fina de chimia de banana (a receita vai estar aí embaixo, é uma versão sem açúcar), queijo branco, e a dita cuja.


5

Melhor chimia de maçã do mundo!

05/06/2014 - 5 Comentários - Receitas | Canela, Limão, Maçã

Hoje trago a melhor chimia de maçã do mundo, acompanhada de fotos duvidosas e um post escrito às pressas.

Desculpem pelo silêncio da semana passada, juro que to me esforçando pra manter a regularidade dos posts.

Tirei a receita aqui do Crunchy Betty, um site bem engraçado que tem receitas caseiras de produtos de limpeza pra casa e de produtos de beleza. Às vezes acho mistureba demais, mas a maior parte do tempo eu gosto. Vejam lá o que vocês acham.

Acabei adaptando a receita pro meu gosto, de repente dêem uma olhada lá na Betty pra comparar. 


0

Bom dia, baby

05/06/2014 - 0 Comentários - Receitas | Café da manhã, Maçã, Panqueca

Panquecas gordinhas, ao estilo americano, pra começar o domingo nice vibes.


0

Maçã desidratada

05/06/2014 - 0 Comentários - Receitas | Café da manhã, Maçã

Comprei quase 1,5kg de maçãs da última vez que fui no mercado, e pra minha tristeza elas eram doces de morrer (eu gosto de fruta mais ácida). Bom... o que fazer da vida?

Pôr em prática uma idéia que há tempos eu tinha em mente: desidratar.


Hoje no almoço só coloquei a mesa. O Caio e a mãe dele cozinharam pra nós um nhoque com molho de tomate apimentado. Hum! :)

Porém... não deixei de cozinhar. Sempre que dá, tento fazer em casa também algo pra levar de lanche pro trabalho. Afinal, toda tarde acontece de eu ficar com uma fominha.