Bg_site_br

0

Cookies de cacau e castanhas - e sobre dias em que se usa calças de moletom.

13/05/2015 - 0 Comentários - Receitas | Cacau em pó, Castanha do Pará, Farinha de trigo integral, Fermento químico, Mel, Óleo de girassol, Vegano

Existe um certo tipo de alegria específico que vem dos dias que se pode passar inteiros vestida em calças de moletom. Porque:
a) a temperatura baixou um pouco, e isso sempre é bem vindo ao fim do verão; e
b) o ócio ganha espaço em meio a dias de muito planejamento e muita execução. 

De verdade, que coisa boa amanhecer sem despertador, ler na cama aquele livro que andava empacado, preparar uma receita fácil ligando o forno pra aquecer a cozinha um pouco. Sem pensar muito no que fazer a seguir.
Com uma só tigela preparo estes cookies macios com o crocante da castanha, são ótimos para beliscar, tomar café, fazer um lanche.

 

Tirei a receita original do livro Indispensável, e adaptei para preparar com os ingredientes que tinha em casa. Gostei demais e repeti algumas vezes. Já preparei também usando geléia de laranja no lugar do mel, omitindo o cacau. Ficou um sucesso!

Segue o vídeo com o preparo da receita:

É assim:
1/3 xícara de óleo (usei girassol)
1/3 xícara de água quente (não fervendo... só quente)
3/4 xícara de mel
12 castanhas do Pará
1 xícara + 6 colheres de sopa de farinha de trigo integral
3 colheres de sopa de cacau em pó
3/4 colher de chá de fermento químico
1/4 colher de chá de canela em pó
1/4 colher de chá de sal 

Em uma tigela grande, misturei a água, o óleo e o mel. Não é fundamental que a água esteja quente, mas se estiver fica mais fácil de dissolver o mel e o óleo. Piquei grosseiramente as castanhas direto em cima da tigela.

Depois encaixei uma peneira grande em cima da tigela, nela coloquei os ingredientes secos e peneirei todos, incorporando aos ingredientes úmidos. Isso de peneirar é bom para que a massa resulte mais aerada e fofinha, e também para que os ingredientes se misturem de modo mais uniforme.
Coloquei a massa na geladeira por 10 minutos para que firmasse um pouco, e enquanto isso forrei uma assadeira com papel manteiga.

Ao tirar a massa da geladeira, liguei o forno a 180oC para pre-aquecer, e fui pingando na assadeira porções de 1 colher de sopa de massa, deixando uns 2cm entre um cookie e outro.
Pra mim, rendeu 21 unidades.
Levei a assar por 14 minutos, e ao tirar do calor imediatamente transferi os cookies para uma gradinha até esfriarem por completo e terminarem de firmar.

Eles ficam bons por uma semana guardados em recipiente bem fechado à temperatura ambiente. 

Quem se inscrever no canal do youtube pode participar no sorteio do livro Indispensável, cortesia da editora Alaúde, e de um caderno exclusivo Orbitato para anotar suas versões e adaptações de receita na cozinha. Depois de se inscrever no canal, é só preencher o formulário neste link.

O prêmio poderá ser enviado para qualquer endereço dentro do Brasil (infelizmente, não vai dar pé enviar para fora do país), e o resultado sai em 29/05/2015 às 18h.
Quem ganhou o sorteio do vídeo #1  foi Dario Sanchez. A essas horas os aventais com estampas de Pomerode e o caderno Orbitato estão no correio a caminho dele! 

Devido a outros trabalhos, eu não havia conseguido publicar este post escrito antes. Sorry gente. Na sexta já tem post novo em texto e vídeo, com uma dica esperta pra agilizar a cozinha.

E vocês, o que andam preparando por aí?
Que acharam dos cookies?
Dividam nos comentários!

Deixar um Comentário