Bg_site_br

0

Detalhes tão pequenos – como aquecer leite vegetal sem stress

12/01/2017 - 0 Comentários - Detalhes tão pequenos | Café da manhã, Leite, Leite de coco, Leite vegetal

De manhã, cérebro começando a funcionar (mais ou menos).
O corpo ainda morno da cama, e os pensamentos ainda gostosamente vazios, aos poucos lembrando os compromissos do dia, se precisa levar guarda-chuva, qual roupa usar.
Cortar umas frutas, coar café, aquecer o leite para a primeira refeição. Na pressa, fogo alto.

Se o leite for de vaca, pode acabar entornando espuma no fogão e lá se vai a paz de espírito.
Se for leite vegetal, a surpresa chata pode ser outra: que o leite talha sob altas temperaturas, sabe? Fica uma porção aguada misturada com uns grumos, nada atraente.

Como lidar?

Segundo a internet e minha experiência pessoal, a melhor saída para acompanhar café, chai latte, mingau (e o que mais exigir leite quente) sem stress quando opto por leite vegetal é aquecer lentamente em fogo baixo e não deixar que a bebida chegue a ferver.

Isso tem algo a ver com a diferença na estrutura das proteínas e gorduras de diferentes fontes. Algo que meu raso conhecimento químico não alcança explicar, mas entendo na prática.
Outro jeitinho de aquecer devagar é a dica The Kitchn, bem prática: colocar o leite na xícara primeiro, e derramar o café por cima aos poucos.

Também pode-se acrescentar estabilizantes ao preparo do leite de frutos oleaginosos - amendoim, castanha de caju, amêndoa. Estabilizantes são ingredientes capazes de estabilizar a textura de alimentos e bebidas, fazendo com que o ar, as gorduras e partes aquosas não mudem o comportamento e forma ao longo do tempo e/ou quando acontecer mudanças de temperatura. Por exemplo: goma xantana, lecitina de soja, lecitina de semente de girassol, gel de linhaça.

Eu não sou fã de adicionar estabilizantes, mas reconheço que podem tornar as coisas mais práticas.  No caso destes que citei, não são produtos artificiais, é tudo proveniente de plantas. Então, se der pra consegui-los orgânicos, pode-se usar numa boa sem se preocupar com a saúde.

A Amy Chaplin publicou uma receita leite de amêndoa aqui, que leva lecitina de semente de girassol e parece boa.

Quando o leite for baseado em ingredientes como aveia ou arroz, mais ricos em carboidratos do que em gorduras, ele não vai talhar no calor. Porém, não deixo cozinhar por muito tempo porque este tipo de bebida no calor engrossa como um mingau.

Divida suas dúvidas, dicas, e truques nos comentários!
Ah, e tenha um bom dia :)

Deixar um Comentário